Neymar é o melhor do mundo em pesquisa da revista France Football

Joia santista tem a preferência do povo em enquete do site oficial da revista

Neymar é o melhor do mundo, ao menos é o que o povo acha. Em pesquisa realizada no site da revista France Football, organizadora do prêmio de melhor jogador do mundo juntamente com a Fifa, a joia santista lidera com folga a enquete de quem será o melhor jogador do mundo da temporada 2010/2011.

C

Com 43.56% (1014 votos), Neymar está bem à frente de Lionel Messi com 15.68% (365 votos) e Cristiano Ronaldo com 8.72% (203). O jogador do Santos de 19 anos foi o primeiro jogador na história a atuar por um time brasileiro e ser escolhido entre os 23 melhores jogadores do mundo.

A liderança de Neymar na enquete também se deve ao fato de o Santos ter divulgado em sua página oficial e nas mídias sociais twitter e facebook o link da pesquisa para que os santistas pudessem votar. O site para votação é o seguinte http://www.francefootball.fr/Ballon_Or_2011/index.php

Saber se Neymar estará entre os 3 melhores do mundo que será divulgado no próximo dia 5 de dezembro ainda é uma incógnita, mas uma coisa é certa, ninguém no momento atual do futebol mundial jogam mais que Messi e Neymar. Os dois são gênios, craques, e dá gosto parar para vê-los jogar.

Seria uma justiça muito grande colocar Neymar para a disputa entre os 3 finalistas do prêmio. Ver o jogador na final é reconhecer que o futebol não se joga só na Europa, mas que em outros países em muitos casos há jogadores muito mais valiosos do que os que atuam no futebol europeu.

Não acredito que o jogador do Santos seja selecionado dessa vez entre os 3 melhores. Apesar de achar que seria justo, ainda há um pé atrás do grupo que vota nos melhores e quando o assunto é escolher um jogador que não atua nos grandes clubes da Europa, os votantes não tem dúvidas, as chances são mínimas.

Ronaldinho não recebe parte dos salários há dois meses

Grande astro do Flamengo na temporada, Ronaldinho Gaúcho não recebe a maior parte do seu salário há dois meses. Nos vencimentos de setembro e outubro, a Traffic, empresa de arketing esportivo parceira do Flamengo na transação do jogador, não depositou a sua parte devido a um entrave burocrático na assinatura do contrato com o camisa 10.

A empresa deseja mudanças no memorando, espécie de resumo do contrato, assinado para agilizar a chegada do craque à Gávea, em janeiro. Justamente por isso, decidiu não mais depositar a sua parte enquanto o contrato não for acordado e assinado pelas partes.

– O memorando tem valor de contrato, mas não é um contrato. Ainda não formalizamos o documento por várias circunstâncias. Estamos trabalhando com força total para finalizar a redação. Esticou a corda. Ficar dois ou três meses com o memorando é até aceitável, mas seis, sete meses é preciso termos tudo por escrito. Até pelo alto valor do acordo – disse Fernando Gonçalves, diretor executivo da Traffic.

Por sua vez, o Flamengo alega que paga religiosamente em dia a sua parte devida no contrato. Mas reconhece que há uma discussão em curso para que tudo seja formalizado. Inicialmente, o acordo seria celebrado pouco tempo depois a chegada de Ronaldinho, mas houve uma mudança interna na empresa de marketing esportivo. Quem estava no comando da negociação do craque com o Flamengo era Júlio Mariz, substituído por Fernando Gonçalves, que exigiu novas garantias para a empresa diante do alto valor investido.

– Foi feito um memorando em janeiro com as bases para o futuro. Quando fomos assinar o contrato houve uma mudança administrativa na Traffic. Nossa parte está sendo paga em dia. Agora eles estão condicionando o contrato a algumas mudanças. Isso vem sendo discutido e creio que chegaremos a um acordo nos próximos dias. Por enquanto, não houve desgaste na relação com Ronaldinho – afirmou Rafael De Piro, vice-presidente jurídico do Flamengo.

No acordo celebrado em janeiro deste ano, Ronaldinho receberia cerca de R$ 1,2 milhão de salário. À Traffic, caberia cerca de R$ 1 milhão na transação. A reportagem tentou contato com Assis, irmão e procurador de Ronaldinho, mas não obteve sucesso.

Pacotão da rodada#28: Corinthians assume a liderança; Flamengo sobe

Diante do maior público da rodada, Timão vence o Atlético-GO e volta à ponta. Fla vai para quarto depois de virada sobre o Flu no finzinho do jogo

A 28ª rodada foi especial para o torcedor corintiano. Com a derrota do Vasco para o Internacional no Beira-Rio, bastava o Timão derrotar o Atlético-GO para voltar à liderança do Campeonato Brasileiro. E o triunfo veio, 3 a 0, acompanhado da estreia de Adriano, hoje Imperador da Fiel, que entrou aos 34 minutos do segundo tempo. Festa completa no Pacaembu, com 33.609 pagantes, o maior público da rodada. Agora são 51 pontos conquistados, um à frente do Vasco.

No Engenhão, um Fla-Flu daqueles inesquecíveis, que nem o tempo apagará. A primeira etapa pouco movimentada deu a falsa impressão do que seria o clássico. Mas os cinco gols no segundo tempo e a virada do Flamengo aos 44 minutos colocaram a partida na lista de jogos memoráveis do clássico. E com um personagem principal: o argentino Botinelli, que saiu do banco de reservas para resolver a partida para o time rubro-negro com dois gols. Sorte de Junior Cesar, que não foi nada bem e teve 15 passes errados, recordista do quesito na rodada.

Para alguns jogadores, o bom desempenho não foi suficiente para evitar a derrota de seus times. Fernando Prass, do Vasco, fez sete defesas difíceis, mas o Vasco perdeu para o Inter por 3 a 0. Com seis roubadas de bola, Fernando, do Grêmio, e Deivid, do Atlético-PR, se destacaram, mas não saíram vitoriosos de campo. Derrotas, respectivamente, para Coritiba, por 2 a 0, e Avaí, 3 a 0. Já o pior público da rodada ficou para o melancólico América-MG x Atlético-MG. Foram 752 pagantes num 0 a 0 de entristecer qualquer torcedor.

As estatísticas e os selos da 28ª rodada. Confira!

pacotão da rodada 28 - 2  (Foto: arte esporte)
header pacotao golaço da rodada (Foto: arteesporte)

Bottinelli, do Flamengo

O meia argentino, numa bomba de fora da área que chegou a 146 Km/h, dá a vitória no Fla-Flu ao time rubro-negro, aos 44 minutos do segundo tempo. Bottinelli já havia marcado o gol de empate três minutos antes, em cobrança de falta de longa distância.

header pacotao defesa da rodada (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

Rafael, do Santos

Em chute forte do atacante Fernandão na área, que mais parecia um foguete, o goleiro Rafael espalma a bola para escanteio. Uma defesa de explosão e muito reflexo, aos 36 minutos do segundo tempo, quando o Santos já vencia a partida por 1 a 0.

header pacotao sarrafo da rodada (Foto: arteesporte)

Fellipe Bastos, do Vasco

O jogador da equipe cruz-maltina, que substituiu Eduardo Costa ainda no primeiro tempo, acerta um carrinho muito violento em D’Alessandro. O juiz Alício Pena Júnior não marca nem a falta sobre o meia argentino da equipe colorada.

header pacotao gol mais perdido da rodada (Foto: arteesporte)

 

Lincoln, do Avaí

O meia faz bela tabela com Rafael Coelho, mas se desequilibra e chuta por cima da meta de Renan Rocha, aos 29 minutos do segundo tempo. Seria o quarto gol do Avaí e seu segundo no jogo.

header pacotao erro da rodada (Foto: arteesporte)

Paulo Henrique de Godoy Bezerra, árbitro de Cruzeiro 3 x 3 São Paulo

A partida, disputada antecipadamente na quarta-feira, teve dois equívocos da arbitragem. O juiz Paulo Henrique de Godoy Bezerra marcou erradamente um pênalti a favor do São Paulo, de Fábio em cima de Cícero, e anulou gol legal de Luís Fabiano.

header pacotao mico da rodada (Foto: arteesporte)

Bernard, do Atlético-MG

O que era para ser uma falta ensaiada do Atlético-MG se transformou no mico da rodada. Bernard finge que vai ajeitar a bola e a rola para Magno Alves, sem que o atacante estivesse atento para a jogada. Bernard, então, conseguiu enganar apenas o próprio companheiro. É, quando a fase não é boa…

BRASIL x COSTA RICA – Transmissão ao vivo!!

https://i2.wp.com/www.blogsports.com.br/wp-content/uploads/2009/10/brasil-x-costa-rica.jpg
https://i1.wp.com/lh6.ggpht.com/-WPwmF8HwX0s/TkaVwFdle-I/AAAAAAAABkY/TYwjOY-0VNM/1.jpg

SORTEIO de um XBOX – Participe agora, é facil!

http://alessandrolisboa.files.wordpress.com/2011/10/xbox-console.jpg?w=297 QUER UM VIDEO GME XBOX? Participe do nosso sorteio!
Para PARTICIPAR é muito fácil, basta seguir os itens do regulamento abaixo e participar da página do Sorteio clicando aqui!

Você TEM QUE SE CADASTRAR eu um dos Games da XS Software listados abaixo.

Guerra Khan
http://www.guerrakhan.com/?&track=ad%3A3473

Garota Popular
http://www.garotapopular.com/?&track=ad%3A3493

Nemexius
http://www.nemexius.com/?&track=ad%3A3494

Rei do Crime
http://www.reidocrime.com/?&track=ad%3A3498

ATENÇÃO para participar vc TEM que se cadastrar por um dos links citados!

REGRAS:

* Você tem que clicar em “EU VOU” na página desse Evento e COMPARTILHAR e CURTIR!

* Informar postando aqui no MURAL DO EVENTO seu NOME DE USUÁRIO em dos Games que se Cadastrou. Somente pelo nome de usuário você será Sorteado, caso não se cadastre vc estará automaticamente desclassificado para participar do sorteio!

*Convide seus amigos clicando em SELECIONAR CONVIDADOS e aumente suas chances, a cada amigo SEU participando você acumula pontos para o Proximo sorteio aumentando suas chances de ganhar!

* Esse sorteio será Mensal! NÃO PERCA TEMPO!

Vasco é o líder com menos pontos na 26ª rodada desde 2006: compare

Desempenho do América-MG é o segundo pior em cinco anos, quando o Brasileirão passou a ser disputado por 20 times. Só perde para América-RN

O Vasco abriu mais um ponto de vantagem na liderança após o fim da 26ª rodada do Brasileirão. A diferença, que era de um para o São Paulo, passou a ser de dois para o Corinthians. No entanto, em comparação com as edições desde 2006, quando o campeonato passou a ter o formato atual, com 20 clubes, o time de São Januário é o líder com o menor número de pontos (49) a esta altura.

Em 2010, Fluminense estava com 51 pontos nessa rodada. Em 2009, 2008 e 2006, os times que encabeçavam a tabela totalizavam 50 pontos, com Palmeiras, Grêmio e São Paulo, respectivamente. Já em 2007, o Tricolor Paulista somava 57.

Outra diferença em relação às últimas cinco edições é a ausência de equipes de fora do eixo Rio-São Paulo. Pela primeira vez, o G-4 da 26ª rodada só tem times cariocas e paulistas.

Nas últimas cinco edições, pelo menos dois times que estavam no G-4 na 26ª rodada também estavam ali no fim do campeonato. Em 2006, foram os mesmos quatro times.

Apesar de ter aumentado em dois pontos em relação à 25ª rodada, a diferença entre o líder e o quarto colocado ainda é menor do que nos anos anteriores: quatro pontos separam Vasco e Botafogo. Nos outros anos, na 26ª rodada, a menor diferença era da edição de 2009, com seis pontos separando o líder Palmeiras (50) e o Inter (44), no quarto lugar.

Em relação à diferença para o vice-líder – dois pontos entre Vasco e Corinthians – a distância é a segunda mais curta. Em 2008, só um ponto separava o líder Grêmio (50) do Palmeiras, segundo colocado (49).

histórico classificação G4 26 (Foto: arte esporte)
Classificação G4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

De olho na parte de baixo da tabela, o América-MG somou 19 pontos até o momento. O desempenho do Coelho só é melhor que o de seu homônimo do Rio Grande do Norte em 2007. Naquele ano, o América-RN tinha somente 11 pontos na 26ª rodada. Em todas as outras quatro edições, o lanterna tinha mais do que 20.

Desde 2007, sempre houve alguma mudança nos integrantes do Z-4 entre a 26ª e a 38ª rodada. Nos últimos dois anos, mudaram dois integrantes, salvando-se Botafogo e Fluminense em 2009 e Atlético-GO e Atlético-MG em 2010. Em 2008, o Tricolor escapou, caindo o Figueirense, e, em 2007, o Náutico trocou de lugar com o Corinthians, que acabou rebaixado. Em 2006, o quarteto não mudou nas últimas 12 rodadas.

histórico classificação Z4 26 (Foto: arte esporte)

 

Classificação Z4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

Equilíbrio histórico empolga luta pelo título: compare a edições recentes

Só dois pontos separam o líder Vasco do quarto colocado Corinthians

Ao fim da 25ª rodada, a disputa pelo título do Brasileirão apresenta um cenário inédito desde a edição de 2006, quando a competição passou a ter o formato atual, com 20 clubes. É de apenas dois pontos a diferença entre o líder Vasco (46) e o quarto colocado Corinthians (44). Cabe a ressalva de que o Botafogo, na terceira posição, tem um jogo a menos que os demais integrantes do G-4.

Até então, desde 2006, o Brasileirão 2009 era o que apresentava maior equilíbrio no G-4 a esta altura, com cinco pontos separando o líder Palmeiras (47) e o quarto colocado Goiás (42). Em 2007, a maior disparidade: 14 pontos de distância entre o líder São Paulo e o quarto colocado Palmeiras.

Nas últimas cinco edições, pelo menos dois times que estavam no G-4 na 25ª rodada também estavam ali no fim do campeonato. Em 2006, foram os mesmos quatro times.

Comparação Brasileiros 2006-2011 G4 - Rodada 25 (Foto: ArteEsporte)

Classificação G4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

Na luta contra a degola, o Atlético-MG iguala o pior desempenho de um time que encabeça o Z-4 desde 2006, com os mesmos 25 pontos do Santo André, 17º colocado ao fim da 25ª rodada em 2009. O lanterna América-MG, com 19 pontos, tem o terceiro pior desempenho a essa altura, superando o América-RN em 2007 (11) e o Fluminense em 2009 (18).

Desde 2006, sempre houve alguma mudança nos integrantes do Z-4 entre a 25ª e a 38ª rodada. Nos últimos dois anos, mudaram dois integrantes, salvando-se Botafogo e Fluminense em 2009 e Atlético-GO e Atlético-MG em 2010.

Comparação Brasileiros 2006-2011 G4 - Rodada 25 (Foto: ArteEsporte)

Classificação Z4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)