Pacotão da rodada#28: Corinthians assume a liderança; Flamengo sobe

Diante do maior público da rodada, Timão vence o Atlético-GO e volta à ponta. Fla vai para quarto depois de virada sobre o Flu no finzinho do jogo

A 28ª rodada foi especial para o torcedor corintiano. Com a derrota do Vasco para o Internacional no Beira-Rio, bastava o Timão derrotar o Atlético-GO para voltar à liderança do Campeonato Brasileiro. E o triunfo veio, 3 a 0, acompanhado da estreia de Adriano, hoje Imperador da Fiel, que entrou aos 34 minutos do segundo tempo. Festa completa no Pacaembu, com 33.609 pagantes, o maior público da rodada. Agora são 51 pontos conquistados, um à frente do Vasco.

No Engenhão, um Fla-Flu daqueles inesquecíveis, que nem o tempo apagará. A primeira etapa pouco movimentada deu a falsa impressão do que seria o clássico. Mas os cinco gols no segundo tempo e a virada do Flamengo aos 44 minutos colocaram a partida na lista de jogos memoráveis do clássico. E com um personagem principal: o argentino Botinelli, que saiu do banco de reservas para resolver a partida para o time rubro-negro com dois gols. Sorte de Junior Cesar, que não foi nada bem e teve 15 passes errados, recordista do quesito na rodada.

Para alguns jogadores, o bom desempenho não foi suficiente para evitar a derrota de seus times. Fernando Prass, do Vasco, fez sete defesas difíceis, mas o Vasco perdeu para o Inter por 3 a 0. Com seis roubadas de bola, Fernando, do Grêmio, e Deivid, do Atlético-PR, se destacaram, mas não saíram vitoriosos de campo. Derrotas, respectivamente, para Coritiba, por 2 a 0, e Avaí, 3 a 0. Já o pior público da rodada ficou para o melancólico América-MG x Atlético-MG. Foram 752 pagantes num 0 a 0 de entristecer qualquer torcedor.

As estatísticas e os selos da 28ª rodada. Confira!

pacotão da rodada 28 - 2  (Foto: arte esporte)
header pacotao golaço da rodada (Foto: arteesporte)

Bottinelli, do Flamengo

O meia argentino, numa bomba de fora da área que chegou a 146 Km/h, dá a vitória no Fla-Flu ao time rubro-negro, aos 44 minutos do segundo tempo. Bottinelli já havia marcado o gol de empate três minutos antes, em cobrança de falta de longa distância.

header pacotao defesa da rodada (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

Rafael, do Santos

Em chute forte do atacante Fernandão na área, que mais parecia um foguete, o goleiro Rafael espalma a bola para escanteio. Uma defesa de explosão e muito reflexo, aos 36 minutos do segundo tempo, quando o Santos já vencia a partida por 1 a 0.

header pacotao sarrafo da rodada (Foto: arteesporte)

Fellipe Bastos, do Vasco

O jogador da equipe cruz-maltina, que substituiu Eduardo Costa ainda no primeiro tempo, acerta um carrinho muito violento em D’Alessandro. O juiz Alício Pena Júnior não marca nem a falta sobre o meia argentino da equipe colorada.

header pacotao gol mais perdido da rodada (Foto: arteesporte)

 

Lincoln, do Avaí

O meia faz bela tabela com Rafael Coelho, mas se desequilibra e chuta por cima da meta de Renan Rocha, aos 29 minutos do segundo tempo. Seria o quarto gol do Avaí e seu segundo no jogo.

header pacotao erro da rodada (Foto: arteesporte)

Paulo Henrique de Godoy Bezerra, árbitro de Cruzeiro 3 x 3 São Paulo

A partida, disputada antecipadamente na quarta-feira, teve dois equívocos da arbitragem. O juiz Paulo Henrique de Godoy Bezerra marcou erradamente um pênalti a favor do São Paulo, de Fábio em cima de Cícero, e anulou gol legal de Luís Fabiano.

header pacotao mico da rodada (Foto: arteesporte)

Bernard, do Atlético-MG

O que era para ser uma falta ensaiada do Atlético-MG se transformou no mico da rodada. Bernard finge que vai ajeitar a bola e a rola para Magno Alves, sem que o atacante estivesse atento para a jogada. Bernard, então, conseguiu enganar apenas o próprio companheiro. É, quando a fase não é boa…

BRASIL x COSTA RICA – Transmissão ao vivo!!

https://i1.wp.com/www.blogsports.com.br/wp-content/uploads/2009/10/brasil-x-costa-rica.jpg
https://i0.wp.com/lh6.ggpht.com/-WPwmF8HwX0s/TkaVwFdle-I/AAAAAAAABkY/TYwjOY-0VNM/1.jpg

SORTEIO de um XBOX – Participe agora, é facil!

http://alessandrolisboa.files.wordpress.com/2011/10/xbox-console.jpg?w=297 QUER UM VIDEO GME XBOX? Participe do nosso sorteio!
Para PARTICIPAR é muito fácil, basta seguir os itens do regulamento abaixo e participar da página do Sorteio clicando aqui!

Você TEM QUE SE CADASTRAR eu um dos Games da XS Software listados abaixo.

Guerra Khan
http://www.guerrakhan.com/?&track=ad%3A3473

Garota Popular
http://www.garotapopular.com/?&track=ad%3A3493

Nemexius
http://www.nemexius.com/?&track=ad%3A3494

Rei do Crime
http://www.reidocrime.com/?&track=ad%3A3498

ATENÇÃO para participar vc TEM que se cadastrar por um dos links citados!

REGRAS:

* Você tem que clicar em “EU VOU” na página desse Evento e COMPARTILHAR e CURTIR!

* Informar postando aqui no MURAL DO EVENTO seu NOME DE USUÁRIO em dos Games que se Cadastrou. Somente pelo nome de usuário você será Sorteado, caso não se cadastre vc estará automaticamente desclassificado para participar do sorteio!

*Convide seus amigos clicando em SELECIONAR CONVIDADOS e aumente suas chances, a cada amigo SEU participando você acumula pontos para o Proximo sorteio aumentando suas chances de ganhar!

* Esse sorteio será Mensal! NÃO PERCA TEMPO!

Vasco é o líder com menos pontos na 26ª rodada desde 2006: compare

Desempenho do América-MG é o segundo pior em cinco anos, quando o Brasileirão passou a ser disputado por 20 times. Só perde para América-RN

O Vasco abriu mais um ponto de vantagem na liderança após o fim da 26ª rodada do Brasileirão. A diferença, que era de um para o São Paulo, passou a ser de dois para o Corinthians. No entanto, em comparação com as edições desde 2006, quando o campeonato passou a ter o formato atual, com 20 clubes, o time de São Januário é o líder com o menor número de pontos (49) a esta altura.

Em 2010, Fluminense estava com 51 pontos nessa rodada. Em 2009, 2008 e 2006, os times que encabeçavam a tabela totalizavam 50 pontos, com Palmeiras, Grêmio e São Paulo, respectivamente. Já em 2007, o Tricolor Paulista somava 57.

Outra diferença em relação às últimas cinco edições é a ausência de equipes de fora do eixo Rio-São Paulo. Pela primeira vez, o G-4 da 26ª rodada só tem times cariocas e paulistas.

Nas últimas cinco edições, pelo menos dois times que estavam no G-4 na 26ª rodada também estavam ali no fim do campeonato. Em 2006, foram os mesmos quatro times.

Apesar de ter aumentado em dois pontos em relação à 25ª rodada, a diferença entre o líder e o quarto colocado ainda é menor do que nos anos anteriores: quatro pontos separam Vasco e Botafogo. Nos outros anos, na 26ª rodada, a menor diferença era da edição de 2009, com seis pontos separando o líder Palmeiras (50) e o Inter (44), no quarto lugar.

Em relação à diferença para o vice-líder – dois pontos entre Vasco e Corinthians – a distância é a segunda mais curta. Em 2008, só um ponto separava o líder Grêmio (50) do Palmeiras, segundo colocado (49).

histórico classificação G4 26 (Foto: arte esporte)
Classificação G4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

De olho na parte de baixo da tabela, o América-MG somou 19 pontos até o momento. O desempenho do Coelho só é melhor que o de seu homônimo do Rio Grande do Norte em 2007. Naquele ano, o América-RN tinha somente 11 pontos na 26ª rodada. Em todas as outras quatro edições, o lanterna tinha mais do que 20.

Desde 2007, sempre houve alguma mudança nos integrantes do Z-4 entre a 26ª e a 38ª rodada. Nos últimos dois anos, mudaram dois integrantes, salvando-se Botafogo e Fluminense em 2009 e Atlético-GO e Atlético-MG em 2010. Em 2008, o Tricolor escapou, caindo o Figueirense, e, em 2007, o Náutico trocou de lugar com o Corinthians, que acabou rebaixado. Em 2006, o quarteto não mudou nas últimas 12 rodadas.

histórico classificação Z4 26 (Foto: arte esporte)

 

Classificação Z4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

Equilíbrio histórico empolga luta pelo título: compare a edições recentes

Só dois pontos separam o líder Vasco do quarto colocado Corinthians

Ao fim da 25ª rodada, a disputa pelo título do Brasileirão apresenta um cenário inédito desde a edição de 2006, quando a competição passou a ter o formato atual, com 20 clubes. É de apenas dois pontos a diferença entre o líder Vasco (46) e o quarto colocado Corinthians (44). Cabe a ressalva de que o Botafogo, na terceira posição, tem um jogo a menos que os demais integrantes do G-4.

Até então, desde 2006, o Brasileirão 2009 era o que apresentava maior equilíbrio no G-4 a esta altura, com cinco pontos separando o líder Palmeiras (47) e o quarto colocado Goiás (42). Em 2007, a maior disparidade: 14 pontos de distância entre o líder São Paulo e o quarto colocado Palmeiras.

Nas últimas cinco edições, pelo menos dois times que estavam no G-4 na 25ª rodada também estavam ali no fim do campeonato. Em 2006, foram os mesmos quatro times.

Comparação Brasileiros 2006-2011 G4 - Rodada 25 (Foto: ArteEsporte)

Classificação G4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

Na luta contra a degola, o Atlético-MG iguala o pior desempenho de um time que encabeça o Z-4 desde 2006, com os mesmos 25 pontos do Santo André, 17º colocado ao fim da 25ª rodada em 2009. O lanterna América-MG, com 19 pontos, tem o terceiro pior desempenho a essa altura, superando o América-RN em 2007 (11) e o Fluminense em 2009 (18).

Desde 2006, sempre houve alguma mudança nos integrantes do Z-4 entre a 25ª e a 38ª rodada. Nos últimos dois anos, mudaram dois integrantes, salvando-se Botafogo e Fluminense em 2009 e Atlético-GO e Atlético-MG em 2010.

Comparação Brasileiros 2006-2011 G4 - Rodada 25 (Foto: ArteEsporte)

Classificação Z4 na 38ª Rodada 2006-2010 (Foto: ArteEsporte)

Mano chama novidades para Superclássico e amistosos

Diego Souza, Elkeson, Borges e Emerson são as novidades para jogo contra Argentina. Na lista ‘estrangeira’, Hernanes volta

O técnico Mano Menezes divulgou nesta quinta-feira duas listas diferentes para os próximos compromissos da a Seleção Brasileira. Na primeira, visando o Superclássico das Américas contra a Argentina, quarta-feira e só com jogadores que atuam no Brasil, as novidades do treinador são Elkeson, do Botafogo, Borges, do Santos, Diego Souza, do Vasco, e Emerson, zagueiro do Coritiba.

Já na segunda relação de 25 jogadores, que servirá para os amistosos contra Costa Rica e México, nos dias 7 e 11 de outubro, o treinador pôde chamar estrangeiros e as novidades são Jonas, do Valencia, Kleber, do Porto e o goleiro Neto, da Fiorentina. Hernanes, da Lazio, voltou a ser chamado após longo tempo sem chances.

Para não prejudicar muito os clubes no Campeonato Brasileiro, a CBF explicou que apenas um jogador por clube foi convocado para os duelos na América Central. Os dois jogos coincidem com os jogos da 29ª e 30ª rodadas do Brasileirão.

Mano Menezes também pensou na Olimpíada de Londres em 2012. Dos 22 jogadores chamados contra a Argentina, nove tem idade olímpica. Já na lista para os amistosos contra Costa Rica e México, são sete jogadores nessa situação, entre eles algumas novidades como o goleiro Neto (Fiorentina), o lateral Fábio (Manchester United) e Kleber (Porto).

Duelo contra a Argentina

O Superclássico das Américas será disputado pelos próximos oito anos em jogos de ida e volta. A campeã será a seleção que somar mais pontos nas duas partidas. A primeira partida, em Córdoba (ARG), terminou empatada em 0 a 0. Em caso de nova igualdade, independente do número de gols, haverá disputa por pênaltis. O reencontro entre Brasil e Argentina será no Mangueirão, em Belém, às 21h50 da próxima quarta-feira.

ARGENTINA COSTA RICA
E MÉXICO
GOLEIROS
Jefferson (Botafogo)
Rafael (Santos)

LATERAIS
Danilo (Santos)
Mário Fernandes (Grêmio)
Cortês (Botafogo)
Kleber (Internacional)

ZAGUEIROS
Réver (Atlético-MG)
Rhodolfo (São Paulo)
Dedé (Vasco)
Emerson (Coritiba)

VOLANTES
Rômulo (Vasco)
Paulinho (Corinthians)
Ralf (Corinthians)
Casemiro (São Paulo)

MEIAS
Lucas (São Paulo)
Elkeson (Botafogo)
Diego Souza (Vasco)
Oscar (Internacional)

ATACANTES
Ronaldinho Gaúcho (Flamengo)
Borges (Santos)
Neymar (Santos)
Fred (Fluminense)

GOLEIROS
Julio Cesar (Internazionale-ITA)
Jefferson (Botafogo)
Neto (Fiorentina)

LATERAIS
Daniel Alves (Barcelona-ESP)
Fábio (Manchester United-ING)
Adriano (Barcelona-ESP)
Marcelo (Real Madrid-ESP)

ZAGUEIROS
Réver (Atlético-MG)
Thiago Silva (Milan-ITA)
David Luiz (Chelsea-ING)
Dedé (Vasco)

VOLANTES
Lucas Leiva (Liverpool-ING)
Elias (Sportig-POR)
Sandro (Tottenham-ING)
Luiz Gustavo (Bayern-ALE)
Hernanes (Lazio-ITA)

MEIAS
Oscar (Internacional)
Lucas (São Paulo)
Fernandinho (Shakhtar-UCR)
Ronaldinho (Flamengo)

ATACANTES
Neymar (Santos)
Kleber (Porto-POR)
Jonas (Valencia-ESP)
Hulk (Porto-POR)
Fred (Fluminense)

Pacotão da rodada#24: golaço, drible, sarrafo e destaques do Brasileirão

Veja estatísticas e uma coleção de melhores e piores momentos da rodada

O Vasco assumiu a liderança nesta 24ª rodada do Campeonato Brasileiro e a disputa pelo título fica cada vez mais acirrada. Com grande atuação de Diego Souza – autor do golaço deste fim de semana – o time cruz-maltino aplicou 4 a 0 sobre o Grêmio, no sábado, em São Januário e roubou a primeira posição do Corinthians, que chegou a liderar por 17 rodadas consecutivas. O Alvinegro do Parque São Jorge deixou o posto após perder de virada o clássico contra o Santos, no Pacaembu, em partida de maior público da rodada: 34.308 pagantes.

Outro time que aproveitou o vacilo do líder foi o São Paulo. Com a goleada sobre o Ceará, o Tricolor paulista chegou aos 44 pontos e assumiu a vice-liderança do campeonato. Durante a partida, o meia Lucas deu uma linda caneta no adversário e o lance foi escolhido o drible da rodada.

No Engenhão, Botafogo e Flamengo ficaram no empate e desperdiçaram a chance de encostar nos líderes. Se o Glorioso não saiu com a vitória, muito por méritos do goleiro Felipe, que praticou seis defesas difíceis e foi o recordista no quesito. Jefferson também se destacou ao fazer uma incrível defesa, eleita a mais bonita de todos os jogos.

Diante de 6.186 torcedores – o menor público pagante da rodada – o Atlético-GO venceu o xará mineiro pela primeira vez na história, subiu para a 10ª posição e empurrou o Galo para a zona do rebaixamento. Na Ressacada, Avaí e Palmeiras protagonizaram o confronto com mais cartões, 9 no total. O atacante Kleber sofreu sete faltas e foi o mais caçado na rodada. Outros destaques negativos foram os 15 passes errados de Marcos Rocha contra o Cruzeiro e o sarrafo do volante Edinho em Lulinha.

As estatísticas e os selos da 24ª rodada. Confira!

Pacotão da Rodada #24 (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)
header pacotao golaço da rodada (Foto: arteesporte)

Após receber ótimo passe de Fellipe Bastos, Diego Souza avançou em velocidade, aplicou uma meia-lua em Edcarlos e chutou no canto de Victor para aumentar o placar em São Januário. No fim, goleada por 4 a 0 e liderança do Vasco.

header pacotao defesa da rodada (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

O goleiro Jefferson mostrou por que é goleiro de Seleção Brasileira. Quando Renato Abreu preparou a perna esquerda para chutar, próximo à marca do pênalti, deixou os torcedores na expectativa no Engenhão. Mas debaixo da trave alvinegra tinha Jefferson. O camisa 1 defendeu e não soltou o forte chute do meia no empate por 1 a 1.

header pacotao sarrafo da rodada (Foto: arteesporte)

O volante Edinho exagerou na força e foi imprudente na jogada com Lulinha, do Bahia. O jogador levantou o pé e acertou o companheiro de profissão, que saiu de campo com marcas na perna direita. Edinho sequer levou cartão amarelo na derrota do Fluminense por 3 a 0.

header pacotao mico da rodada (Foto: arteesporte)

O zagueiro Gum conseguiu dois feitos na mesma partida. Não bastasse o gol contra após cruzamento de Marcos, ele cometeu pênalti em Lulinha e foi expulso em Pituaçu, deixando a equipe carioca em situação ainda mais complicada na partida contra o rival tricolor.

header pacotao gol mais perdido da rodada (Foto: arteesporte)

m gol que ele não costuma perder. Artilheiro do Brasil na atual temporada, Leandro Damião recebeu belo passe de Kleber, mas, cara a cara com Vanderlei, mandou para fora. O Inter empatou com o Coritiba por 1 a 1 e perdeu a oportunidade de encostar no pelotão da frente

header pacotao drible da rodada (Foto: arteesporte)

Com um leve toque de lado, o meia Lucas levou os já eufóricos torcedores do São Paulo ao delírio no Morumbi. O meia tocou por baixo das pernas do adversário rente à lateral direita do campo e se destacou com o drible mais bonito da 24ª rodada. O Tricolor paulista venceu por 4 a 0 o Ceará e pulou para a segunda colocação do Brasileirão.