Ronaldinho não recebe parte dos salários há dois meses

Grande astro do Flamengo na temporada, Ronaldinho Gaúcho não recebe a maior parte do seu salário há dois meses. Nos vencimentos de setembro e outubro, a Traffic, empresa de arketing esportivo parceira do Flamengo na transação do jogador, não depositou a sua parte devido a um entrave burocrático na assinatura do contrato com o camisa 10.

A empresa deseja mudanças no memorando, espécie de resumo do contrato, assinado para agilizar a chegada do craque à Gávea, em janeiro. Justamente por isso, decidiu não mais depositar a sua parte enquanto o contrato não for acordado e assinado pelas partes.

– O memorando tem valor de contrato, mas não é um contrato. Ainda não formalizamos o documento por várias circunstâncias. Estamos trabalhando com força total para finalizar a redação. Esticou a corda. Ficar dois ou três meses com o memorando é até aceitável, mas seis, sete meses é preciso termos tudo por escrito. Até pelo alto valor do acordo – disse Fernando Gonçalves, diretor executivo da Traffic.

Por sua vez, o Flamengo alega que paga religiosamente em dia a sua parte devida no contrato. Mas reconhece que há uma discussão em curso para que tudo seja formalizado. Inicialmente, o acordo seria celebrado pouco tempo depois a chegada de Ronaldinho, mas houve uma mudança interna na empresa de marketing esportivo. Quem estava no comando da negociação do craque com o Flamengo era Júlio Mariz, substituído por Fernando Gonçalves, que exigiu novas garantias para a empresa diante do alto valor investido.

– Foi feito um memorando em janeiro com as bases para o futuro. Quando fomos assinar o contrato houve uma mudança administrativa na Traffic. Nossa parte está sendo paga em dia. Agora eles estão condicionando o contrato a algumas mudanças. Isso vem sendo discutido e creio que chegaremos a um acordo nos próximos dias. Por enquanto, não houve desgaste na relação com Ronaldinho – afirmou Rafael De Piro, vice-presidente jurídico do Flamengo.

No acordo celebrado em janeiro deste ano, Ronaldinho receberia cerca de R$ 1,2 milhão de salário. À Traffic, caberia cerca de R$ 1 milhão na transação. A reportagem tentou contato com Assis, irmão e procurador de Ronaldinho, mas não obteve sucesso.

Copa do Brasil – Oitavas de Final

A Copa do Brasil continua hoje com suas oitavas de final, com os grandes favoritos ao título da competição em campo.

Começando a fase fora de casa, o São Paulo enfrenta o Goiás no Serra Dourada, tentando a revanche contra o clube que o eliminou na edição de 2003 do torneio.

Jogando em casa, o Flamengo também inicia sua série contra um adversário teoricamente mais fácil, o Horizonte, do Ceará.

Fazendo o jogo de volta, o Avaí enfrenta o Botafogo em Santa Catarina após empatar em 2×2 o primeiro jogo, no Engenhão.

Também vindos de empate na primeira partida, Atlético PR e Bahia jogam na Kyocera Arena, em Curitiba.

Tem um bom palpite para estes jogos?

Frauches, do Fla, é convocado para a sub-18 no lugar de Henrique Miranda

Zagueiro é o quarto rubro-negro no grupo que disputará torneio em Barcelona

Na última quarta-feira, a Seleção Brasileira sub-18 fez contra os juniores do Flamengo seu último treino antes de viajar para a Copa Internacional do Mediterrâneo, que será disputada em Barcelona. O Brasil venceu por 4 a 1, mas um jogador rubro-negro saiu comemorando. Com o são-paulino Henrique Miranda cortado pelo departamento médico, Ney Franco convocou o zagueiro Frauches, capitão e um dos destaques do Flamengo no título da última Copa São Paulo.

Frauches já viaja nesta quinta-feira para Barcelona. Com a convocação de mais um jogador, o Flamengo passa a ter quatro representantes – também estão no grupo o goleiro César e os volantes Muralha e Lorran.

Carlos Noval, diretor da base do Flamengo, comemora o bom momento das revelações do clube.

– Isso prova que o trabalho está dando certo. A diretoria tem se dedicado muito e todos os profissionais das comissões técnicas envolvidos são muito comprometidos e competentes. Estamos muito felizes com esse resultado rápido. Temos 10 jogadores nas divisões de base da Seleção – afirmou o dirigente ao site oficial do Flamengo.

Além dos quatro da sub-18, Noval se refere a Diego Maurício e Galhardo na sub-20, Adryan na sub-17 e mais três na sub-15: Lincon, Caio Rangel e Cafu.

Campeonato Carioca – Flamengo x Fluminense

Existem muitos clássicos importantes no mundo. Mas em nenhum lugar do mundo um clássico é tão charmoso quanto um Fla-Flu.

O derby do Rio de Janeiro é tão importante que já chegou até a ser chamado pelo grande jornalista Mário Filho (que hoje batiza nada menos do que o lendário Estádio do Maracanã) de “o clássico das multidões”.

Disputado desde 1912, esta é a 380ª vez que Flamengo e Fluminense entrarão em campo para disputar esta partida. Na história, vantagem para o rubro negro, com 134 vitórias contra 121 vitórias do tricolor e 124 empates.

O jogo colocará frente a frente dois clubes em momentos opostos. O Flamengo fez as duas maiores contratações do futebol carioca, com os craques Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves. Falando nisso, será o primeiro fla-flu de Neves pelo lado rubro negro, já que o meia fez história jogando com a camisa do rival. O time da Gávea é o único dos grandes clubes brasileiros que ainda não perdeu em 2011.

Mergulhado em uma crise que pode culminar com a demissão do técnico Muricy Ramalho e a eliminação precoce da Copa Libertadores da América, o Fluminense entra em campo como o grande azarão.

Quem leva a melhor neste grande clássico?

Copa do Brasil 2011

Hoje começa a 23ª edição da Copa do Brasil, segunda maior competição do futebol brasileiro, e que dará uma vaga para a Copa Libertadores da América 2012 para o campeão.

A edição deste ano será disputada por 64 equipes, que foram divididas em 32 chaves eliminatórias, onde nas duas primeiras fases o clube visitante pode evitar a partida de volta caso vença a primeira partida por uma diferença superior a dois gols.

Neste primeiro dia de competição entram em campo dois dos principais favoritos à conquista do campeonato. Em Maceió o Flamengo entra em campo contra o pacato Murici, levando seus principais astros para tentar eliminar o confronto de volta. Com Ronaldinho Gaúcho em campo a certeza é sempre de casa cheia, e os mais de 17 mil ingressos colocados a venda para a partida já estão esgotados.

O Murici foi fundado em 1998 e nunca sequer chegou a jogar uma partida oficial contra um adversário de outro estado. Pesa ainda o fato de o Flamengo ter maioria absoluta de torcedores em quase todos os estados da região nordeste, o que faz o fator casa ser nulo. Sendo assim, o rubro negro deve vencer sem grandes problemas.

Já o São Paulo vai até Campina Grande, na Paraíba, enfrentar o Treze. A Copa do Brasil é a única taça que falta na sala de troféus tricolor, que não está acostumado com a competição. Por ser presença frequente na Copa Libertadores jogou apenas em 11 das 23 edições. Agora precisará lutar com todas as forças para retornar à competição continental, e a Copa do Brasil pode ser o melhor atalho para isso.

Para o jogo de hoje os grandes reforços serão Lucas e Casemiro, que estavam disputando o sul-americano sub-20 no Peru com a Seleção Brasileira. O craque Rivaldo foi poupado e nem viajou com o grupo.

Os paraibanos farão nesta noite o jogo do ano, tentando se aproveitar do fato de estarem invictos em casa há 39 jogos e lutando para pelo menos garantir uma viagem para São Paulo na próxima fase. Seu grande destaque é o atacante Warley, que já vestiu o manto do tricolor paulista.

O SporTV e a ESPN Brasil transmitem Murici x Flamengo. A TV Globo transmite Treze x São Paulo para os estados de São Paulo, Alagoas e Paraná.

Romário volta a agradecer a Zico e à torcida do Fla, desta vez no Twitter

Baixinho diz que resolveu mal-entendido e foi recebido da melhor maneira

Romário e Zico no Jogo das Estrelas

O ex-atacante Romário voltou a agradecer ao ídolo do Flamengo Zico pelo convite para participar do Jogo das Estrelas, partida beneficente ocorrida no último domingo, no Maracanã. Desta vez, o Baixinho usou o Twitter, site de relacionamentos da internet, para expressar seu contentamento.

Segundo Romário, foi uma boa oportunidade para se resolver o que foi chamado por ele de “mal- entendido”. Antes da Copa do Mundo de 1998, Zico, que fazia parte da comissão técnica da seleção brasileira comandada por Zagallo, foi considerado pelo Baixinho como responsável por seu corte da delegação que iria para o Mundial da França. Desde então, os dois não se falavam.

– Queria agradecer o monte de mensagens falando do jogo. Queria agradecer também o convite que o Zico fez. Estou muito feliz de ter jogado e, principalmente, de ter resolvido esse mal-entendido – disse Romário em seu Twitter.

Romário ainda destacou em seus posts a maneira como foi recebido pela torcida rubro-negra, grande maioria dos mais de 72 mil presentes no estádio.

– Foi muito bom jogar no Maraca de novo com mais de 70 mil pessoas. Conversei com ele, resolvemos os problemas e jogamos nosso futebol. Obrigado à torcida do Mengão também que me recebeu do melhor jeito possível.

O Baixinho festejou os dois gols marcados no amistoso, que terminou com um empate por 5 a 5 entre um combinado com jogadores e ex-atletas do Flamengo e um time formado com os Amigos de Zico.

– Enfim, um domingo perfeito de futebol: Maraca lotado, solução de um problema e mais dois gols pra coleção. Valeu de novo pra todo mundo que deixou mensagem. Mais um dia para a história. Bom galera, valeu! Só queria mostrar o quanto eu fiquei feliz por ontem. Valeu Galinho, pelo convite e parabéns pela iniciativa do jogo.

O que acontece com o futebol do Rio?

Futebol do Rio.

Pior fase do futebol carioca na história, seja dentro ou fora de campo.

Futebol no RJ sempre foi uma bagunça de administração, mas nunca esteve em tão maus lençóis.

A justificativa para tamanho mau desempenho é fácil e se resume a duas coisas: Primeiramente e mais importante a falta das estrelas, e a segunda, não mais tão oculta, a má administração dos clubes.

Com o envelhecimento de Romário, Tulio Maravilha e Edmundo, as principais estrelas de um passado recente. Eles faziam por onde para merecer esse posto de ídolos, botavam muita bola pra dentro e medo nos adversários. Consequentemente traziam respeito ao futebol carioca.

Hoje, a nova geração de ídolos do RJ não está correspondendo como esses do passado recente, André Lima não é Tulio Maravilha, Fred e Adriano não são Romário e Edmundo.

O fato é que culturalmente o futebol no Rio sempre precisou de um atacante finalizador, algum matador e sempre o teve. Mas esses anos e principalmente nesse ano, não o tem, esse é o principal motivo de tamanho mau desempenho.

Enfim, os atacantes magistrais que existiam no futebol do Rio, ocultavam as péssimas administrações dos dirigentes de times cariocas. Hoje, que os tempos mudaram e não se têm mais os ídolos matadores, eis o fundo do poço e as duras críticas às diretorias cariocas.

Eduardo Bernardes Ramos