Neymar é o melhor do mundo em pesquisa da revista France Football

Joia santista tem a preferência do povo em enquete do site oficial da revista

Neymar é o melhor do mundo, ao menos é o que o povo acha. Em pesquisa realizada no site da revista France Football, organizadora do prêmio de melhor jogador do mundo juntamente com a Fifa, a joia santista lidera com folga a enquete de quem será o melhor jogador do mundo da temporada 2010/2011.

C

Com 43.56% (1014 votos), Neymar está bem à frente de Lionel Messi com 15.68% (365 votos) e Cristiano Ronaldo com 8.72% (203). O jogador do Santos de 19 anos foi o primeiro jogador na história a atuar por um time brasileiro e ser escolhido entre os 23 melhores jogadores do mundo.

A liderança de Neymar na enquete também se deve ao fato de o Santos ter divulgado em sua página oficial e nas mídias sociais twitter e facebook o link da pesquisa para que os santistas pudessem votar. O site para votação é o seguinte http://www.francefootball.fr/Ballon_Or_2011/index.php

Saber se Neymar estará entre os 3 melhores do mundo que será divulgado no próximo dia 5 de dezembro ainda é uma incógnita, mas uma coisa é certa, ninguém no momento atual do futebol mundial jogam mais que Messi e Neymar. Os dois são gênios, craques, e dá gosto parar para vê-los jogar.

Seria uma justiça muito grande colocar Neymar para a disputa entre os 3 finalistas do prêmio. Ver o jogador na final é reconhecer que o futebol não se joga só na Europa, mas que em outros países em muitos casos há jogadores muito mais valiosos do que os que atuam no futebol europeu.

Não acredito que o jogador do Santos seja selecionado dessa vez entre os 3 melhores. Apesar de achar que seria justo, ainda há um pé atrás do grupo que vota nos melhores e quando o assunto é escolher um jogador que não atua nos grandes clubes da Europa, os votantes não tem dúvidas, as chances são mínimas.

ARGENTINA X BRASIL – Escalações e Trasmissão ao Vivo – Superclássico das Américas

Mano Menezes rejeita testar seleção olímpica contra os argentinos

No primeiro duelo do Superclássico das Américas, somente três titulares tem idade para estar em Londres-2012

Neymar é marcado por Mario Fernandes e Lucas: todos com idade olímpica

Um torneio amistoso contra o maior rival, que vale um troféu que não é disputado desde 1976 e que Mano Menezes descartou para início de preparação da seleção brasileira para uma competição que será chave para sua manutenção até a Copa do Mundo de 2014. Na noite desta quarta-feira contra a Argentina, em Córdoba (21h50 de Brasília), três jogadores que começam a partida terão idade para disputar as Olimpíadas de 2012 (menos de 23). É um esboço de time, que poderia ter mais opções já nove atletas foram convocados.

O lateral-direito Danilo (do Santos) e os atacantes Neymar (Santos) e Leandro Damião (Internacional) estarão ao lado de Ronaldinho Gaúcho, que pode até ser uma opção entre os três com mais de 23 anos que podem ir à Olimpíada, e de Renato Abreu, 33 anos, pela primeira vez convocado e grande surpresa no time titular. No banco ainda estarão outros seis jogadores com idade olímpica: o goleiro Rafael (Santos), o lateral-direito Mario Fernandes (do Grêmio), os volantes Casemiro (São Paulo) e Rômulo (Vasco), o meia Oscar (Inter) e o atacante Lucas (São Paulo).

Fred foi cortado por causa de lesão

“Temos nessa lista, nove jogadores com idade olímpica. Para que a gente mantenha a mesma ideia de coerência do trabalho. Continuamos pensando lá na frente. Continuamos querendo colocar os atletas que passaram pela sub 20. Já começamos com o Lucas e Neymar. Depois o Danilo, de forma isolada, e agora mais jogadores do título mundial”, disse Mano Menezes.

O problema de Mano para formar o time olímpico continua sendo a zaga. Dos quatro convocados para o jogo na Argentina, nenhum tem menos de 23 anos – desde agosto de 2010, quando o técnico fez a primeira convocação na seleção brasileira, somente um zagueiro com idade olímpica foi chamado, Breno, do Bayern de Munique. Neste momento é quase certo que um dos três acima dos 23 anos que irá a Londres é um zagueiro, provavelmente Thiago Silva, do Milan, ou até Lúcio, experiente capitão da seleção, de 33 anos e da Inter de Milão.

Ronaldinho Gaúcho, com 31 anos, pode até aparecer em lista olímpica

O setor ofensivo não preocupa, já que além dos garotos escalados para essa partida há ainda Alexandre Pato, do Milan, que não foi chamado para encarar a Argentina porque a data não é Fifa. CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e AFA (Associação de Futebol da Argentina) só puderam chamar atetas que atuam dentro do Brasil e da Argentina.

O Superclássico
Antigamente chamado de Copa Roca, em homenagem ao ex-presidente argentino Julio Roca, o torneio foi um mano a mano entre Brasil e Argentina disputado irregularmente até 1976 – o Brasil venceu oito vezes e a Argentina quatro. Rebatizado em 2011 de Superclássico, foi marcado para as cidades de Córdoba, nesta quarta, e Belém do Pará, dia 28 de setembro, apenas com atletas que atuam dentro dos países.

O técnico argentino Alejandro Sabella preferiu chamar atletas experientes, como Riquelme e Verón, para saber com quem poderá contar para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 – a Argentina não está classificada para Londres-2012 e, portanto, não precisa treinar time sub 23. Riquelme e Verón, porém, acabaram cortados por causa de lesões.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA X BRASIL

Data: 14 de setembro de 2011
Horário: 21h50 (de Brasília)
Local: Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba (Argentina)
Árbitro: Enrique Osseas Zencovich (Chile)
Auxiliares: Patricio Basualto Vargas e Carlos Astroza Cárdenas (Chile)
Argentina: Orion; Dominguez, Desabato, Ré; Canteros, Pillud, A. Fernandez, Zapata e Papa; Martínez e Boselli
Técnico: Alejandro Sabella

Brasil: Jefferson; Danilo, Rever, Dedé e Kléber; Ralf, Paulinho, Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho; Neymar e Leandro Damião
Técnico: Mano Menezes

https://i0.wp.com/lh6.ggpht.com/-WPwmF8HwX0s/TkaVwFdle-I/AAAAAAAABkY/TYwjOY-0VNM/1.jpg

Neymar esquece racismo: ‘Em casa, são dois negrões e duas branquinhas’

Jogador dá de ombros para o episódio da banana em Londres e lembra que, em sua casa, todo mundo é igual, independentemente, da cor da pele

O atacante Neymar garante que já superou o episódio da banana durante amistoso entre Brasil e Escócia, no último domingo, em Londres. Autor dos gols da vitória brasileira por 2 a 0, o jogador viu a fruta ser atirada em sua direção, num ato que foi considerado racista. O craque do Santos assegura que não liga para esse tipo de manifestação.

Ele afirma que nunca teve problema com racismo e que, no dia a dia, lida normalmente com a miscigenação.

– Lá em casa, são dois negrões para tomar conta de duas branquinhas – comentou, durante entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, no CT Rei Pelé. Seu pai, Neymar dos Santos Silva, é negro. Já sua mãe, Nadine, é branca. Rafaela, a caçula, puxou à mãe.

O Arsenal, clube dono do Emirates Stadium, onde foi realizada a partida, disse ter identificado quem atirou a banana no campo. Trata-se de um adolescente alemão que, de acordo com o clube, não teve a intenção de ofender alguém com racismo. Por isso, não será punido.

– Quem jogou sabe o que fez. Se foi por maldade ou não, o cara sabe. Todo mundo ficou triste, mas eu nem liguei. Estava feliz, pois tinha feito dois gols, a Seleção estava jogando bem. Esse episódio não apagou a bela atuação da nossa equipe – concluiu a estrela.

Exaltado na Europa, Neymar é comparado a Messi por empresário

Craque do Santos ganha as capas de ‘Mundo Deportivo’ e ‘Tuttosport’. Ingleses dizem que atacante substituirá Drogba no Chelsea

A boa atuação de Neymar contra a Escócia colocou o craque do Santos no centro das atenções da Europa. Jornais de Espanha, Inglaterra e Itália exaltam o brasileiro nesta terça-feira e indicam Barcelona, Chelsea e Juventus como interessados no jovem. Ao diário “Mundo Deportivo”, da Catalunha, o empresário Wagner Ribeiro chegou a comparar o atleta a Lionel Messi.

– Neymar ficaria encantado de jogar em um grande clube, e o Barça é um deles. É muito jovem e está acostumado com a pressão no Brasil, tanto no Santos como na Seleção. Para ele, não existe pressão. Neymar é o Messi brasileiro. Quem não o conhece diz que ele é indisciplinado. Então, que pergunte a Mano Menezes ou Dorival Junior, que é seu amigo – disse Wagner, garantindo que não há problemas entre Neymar e o ex-técnico do Santos.

O “Mundo Deportivo” dedicou a capa do jornal e matérias especiais nesta terça a Neymar, com várias informações sobre a carreira do atacante, mas com um detalhe: os € 45 milhões (R$ 104 milhões) da multa rescisória podem assustar o Barça. Na Itália, o santista ganhou a primeira página do “Tuttosport”, que diz que o Juventus pode pagar € 35 milhões (R$ 81,5 milhões) pelo atleta.

Na Inglaterra, o “The Sun” afirma que o Chelsea está disposto a desembolsar 30 milhões de libras (R$ 79,5 milhões) para contratar Neymar, considerado o substituto ideal de Drogba na temporada 2011/2012. Vale lembrar que o Santos recusou uma proposta dos Blues em agosto do ano passado pelo craque.

Torcedor alemão admite que atirou banana em campo no amistoso do Brasil

Informação foi confirmada pelo Arsenal, dono do Emirates Stadium. Torcedor estava localizado entre os torcedores da Seleção Brasileira

Um turista alemão reconheceu nesta terça-feira ter sido o responsável por ter atirado uma banana no campo do Emirates Stadium, durante o amistoso entre Brasil e Escócia, no último domingo. O caso foi encarado como um ato racista contra o atacante brasileiro Neymar.

– Depois de consultas com a Polícia Metropolitana, o Arsenal pôde confirmar que um jovem turista alemão admitiu ter lançado a banana no campo – revelou o clube londrino, dono do estádio.

O jovem estava sentado na Zona Norte do estádio, uma área de entradas reservadas para os torcedores do Brasil, segundo confirmou o Arsenal. A nota esclarece que como o ato não foi interpretado como racismo, nenhuma punição será tomada.

‘Desconhecido’ em Londres, Neymar visita capital inglesa pela primeira vez

Após interesse do Chelsea no ano passado, atacante do Peixe tem grandes chances de retornar à cidade inglesa em 2012 para disputa das Olimpíadas

Em julho do ano passado, Neymar disse não ao Chelsea e preferiu permanecer no Santos. Com a negativa, o atacante não teve a oportunidade de conhecer Londres. Porém, na última quinta-feira, o jogador pôde, pela primeira vez, pisar na capital da Inglaterra. Mas não foi graças a uma transferência para os Blues, mas sim como uma das principais estrelas da Seleção Brasileira convocada por Mano Menezes para o amistoso do próximo domingo, às 10h (de Brasília), contra a Escócia, no Emirates Stadium.

Apesar de já ser uma estrela no Brasil, Neymar brincou ao afirmar que se passear pelas ruas de Londres ainda não será parado pelos fãs, ávidos por uma foto ou um autógrafo.

– Ainda falta muita coisa para ser conhecido aqui. Ainda dá para dar umas voltinhas andando sem ser reconhecido pelos torcedores na rua. É a minha primeira vez na cidade – comentou o jogador, que será titular no confronto deste domingo, marcado para o estádio do Arsenal, rival do Chelsea na Premier League.

Na atividade comandada por Mano Menezes no estádio do Queens Park Rangers, Neymar também foi o centro das atenções. O presidente do clube, Ishan Saksena, acompanhou a atividade do lado de fora do gramado e logo questionou um de seus assessores.

– Quem é o Neymar? Gostaria de tirar uma foto com ele – disse o dirigente, comprovando que o camisa 11 do Santos não é tão conhecido na Inglaterra.

O técnico do Queens Park Rangers, Neil Warnock, conhecido na Inglaterra por ser especialista em tirar clubes da Segunda Divisão para a Premier League, também nunca havia ouvido falar do garoto.

– Neymar? Realmente não o conhece. Já ouvi falar dele como revelação. Quem é? O menino do moicano? – questionou o comandante da equipe londrina.

Neste domingo, contra os escoceses, o atacante do Santos terá a oportunidade de se apresentar para quem não o conhece. Seja Warnock, Saksena ou algum torcedor inglês, o confronto no Emirates Stadium vai servir para o garoto deixar o anonimato entre alguns europeus para se tornar um dos mais cobiçados do futebol brasileiro. No fim do jogo, ele poderá dizer: “prazer, Neymar”.

Copa Libertadores da América – Deportivo Táchira x Santos

Começa hoje a Copa Libertadores da América para um dos mais tradicionais clubes brasileiros. O Santos, bicampeão do torneio na época de Pelé inicia hoje a sua mais aguardada caminhada para o tri campeonato.

Mesmo com uma equipe forte em 2003, quando tinha em seu elenco as “recém estrelas” Robinho, Diego e Elano, a equipe da Vila Belmiro nunca chegou com tanto status de favorito desde sua última conquista, em 1963.

Tanta euforia não é injustificada. O clube sempre foi famoso por seus jovens talentos e conta agora uma geração iluminada, onde estão incluídos os dois nomes mais falados do futebol brasileiro atual, Neymar e Paulo Henrique Ganso. Além das pratas da casa, o clube conseguiu repatriar Elano e contratou Jonathan, lateral direito que estava no Cruzeiro. Some isso à base campeã paulista do ano passado com jovens talentos como Arouca, o bom retorno de Maikon Leite e a contratação de destaques como Keirrison e Diogo.

O adversário da estreia é o Deportivo Táchira, da Venezuela. Para o início desta caminhada o técnico Adilson Batista não poderá contar com Ganso e Jonathan, contundidos. Já o Táchira não terá o atacante Gutiérrez, que se recupera de uma lombalgia.

Confira os detalhes do jogo de hoje. Para apostar, basta clicar sobre o jogo.

Deportivo Táchira x Santos (Grupo 5 – Táchira, Venezuela, 22h45)

Deportivo Táchira: Sanhouse, Charcón, Moreno, Rouga e Yegües; Guerrero, Fernández, Parra e Hernández; Pérez Greco e Herrera

Santos: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Possebon, Elano e Róbson; Neymar e Zé Eduardo.

O SporTV transmite o jogo para todo Brasil, a partir das 22h45.

O Peixe conseguirá o Tri?